Crônica #3 Sorrisos precisam ser destinados a alguém? Não


Quando leio um texto antigo meu fico muitas vezes tentando lembrar do momento exato em que o escrevi. Grande parte dos meus momentos difíceis e solitários acabaram transformados em textos que demonstravam um lado totalmente infeliz. Eu me dei um tempo para me livrar de tudo que ainda me magoava, de todos os problemas, indecisões, dúvidas e uma parte do passado que só me machucava para finalmente sair por aí em busca do que eu tanto procuro: minha felicidade e a realização dos meus sonhos.

Christian Moreira






















Eu me dei um tempo. Um tempo para pensar no que realmente era importante. Um tempo sem reviver algo que não existe mais e que não quero mais que faça parte da minha vida (por minha escolha e por nunca ter me proporcionado um sentimento bom). Um tempo para me preparar para uma série de mudanças que estavam chegando. Um tempo para abandonar o que não me fazia bem. O ano de 2016 já começou e ele promete várias outras mudanças,novos sorrisos, novas conquistas, novos sonhos, novos momentos e muitos sentimentos bons e incríveis. A melhor parte foi quando voltei  a sorrir sem motivos e ainda ignorei todas as indiretas que algumas pessoas mandavam (sim,sei exatamente que todas que acabei lendo eram para mim) o mais engraçado foi observar a distância o quanto algumas pessoas podem ser bobas por tentar "demonstrar" que estavam bem sem mim (eu que estou feliz por ter abandonado todas elas)  e que de alguma maneira poderiam me atingir (elas estavam erradas.Ops!) . Espero que essas pessoas fiquem realmente longe (nenhuma delas vai fazer falta).

Obrigado por acessar mais uma das minhas crônicas, na próxima semana várias outras matérias vão estar disponíveis e espero que tenham gostado. Se você gostou,peço que se inscreva no blog para receber novas matérias e que curta a matéria através das suas redes sociais. Espero que acessem o blog diariamente para receber novos conteúdos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe com outros leitores sua opinião